Yakelyn Plutín

outubro 1, 2011

plutin[6]

Cubana com carreira bastante sólida e respeito internacional, a pivô Yakelyn Plutín chegou a Ourinhos no final de 2010 para reforçar o time na primeira edição da LBF.

Ainda fora da forma ideal, teve uma boa, mas irreguar temporada, chegando as médias de 10,4 pontos e 6,9 rebotes.

No Paulista do ano seguinte, as médias caíram para 8,3 pontos e 5 rebotes.

Anúncios

Yulianne Rodrigues Cruz

dezembro 12, 2010

A ala cubana Yulianne Rodrigues Cruz uma das novidades da equipe de Catanduva para a LBF.

Yuli estreou com 10 pontos e 10 rebotes no jogo contra São Caetano no último dia 29.

Aos 28 anos, Yuli tem passagens pela seleção cubana, como no Mundial de 2006 (Brasil) e no Pré-Olímpico de 2007 (Chile), quando desertou.

Em 2003, Yuli participou da conquista do Pan Americano de Santo Domingo pela seleção cubana, que contava também com Ariadna (ala – Santo André), Lisdeivi (assistente técnica – Ourinhos) e Plutín (reforço aguardado por Ourinhos).

As quatro devem voltar a se encontrar sete anos depois no Brasil.

 


Ariadna Capiro Felipe

abril 15, 2008


Indicada por Lisdeivi, essa ala  cubana saiu do Equador para reforçar a equipe de Marília, em 2006. Firmou-se como grande cestinha da temporada paulista, em 2007, quando se transferiu para Catanduva (Nacional 2007 – vice-campeã). Assinou contrato com Ourinhos, clube que defendeu em 2008.

Em Ourinhos, o brilho da cubana diminuiu um pouco em uma equipe com mais estrelas. Terminou o Paulista 2008, com média de 12,5 pontos por jogo e o vice-campeonato da competição.

Personagens do Nacional 2008 – As cubanas Lisdeivi e Ariadna

Depois da passagem por Ourinhos, Ariadna rumou para Santo André.

No clube do ABC chegou ao título de campeã da primeira edição da LBF e foi eleita a MVP da competição.

arimvplbf


Lisdeivi Victores Pompa

abril 15, 2008

A pivô cubana desertou no Brasil, na cidade de Americana, durante a disputa da seletiva da  Liga Mundial de Clubes, em 2004. Boa pivô, aproveitou a ausência de rivais na posição para se tornar uma grande referência nas quadras nacionais. Atua por Ourinhos desde a temporada 2004/5, onde coleciona títulos, chegando a ser escolhida a MVP dos Nacionais de 2006 e 2007. Entre as temporadas com Ourinhos, fez hora-extra em clubes da Espanha e Ucrânia.

Entrevista com Lisdeivi (2008)